segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

AS RAZÕES DO APELO AO VOTO EM MANUEL ALEGRE


O decurso da presente campanha eleitoral, o apoio envergonhado e equívoco do PS à candidatura de Manuel Alegre, as campanhas de descredibilização deste levadas a cabo por vários órgãos da comunicação social, que simultane e descaradamente promovem e apoiam, por todos os meios, a candidatura de Cavaco Silva mostraram que não era mais possível assistir de braços cruzados a que a Direita elegesse Cavaco Presidente da República logo à primeira volta, sendo certo que a abstenção e os votos em branco (que, legalmente, não constituem votos validamente expressos) só facilitariam essa mesma eleição. Eleição com que os sectores mais retrógrados e reaccionários da sociedade portuguesa sonham para atacar ainda mais a pés juntos quem vive do seu trabalho.

Ora Manuel Alegre é o único candidato em condições de impedir essa eleição de Cavaco na primeira volta e de lhe impôr uma derrota na segunda volta das eleições.

É certo que não há que ter ilusões sobre o facto de que a eleição de Manuel Alegre para Presidente da República não resolverá os graves problemas que estão a mergulhar cada vez mais os trabalhadores portugueses e suas famílias na fome, na miséria e no desemprego. Só a luta revolucionária das massas trabalhadoras poderá impôr uma solução de Governo do Povo e para o Povo.

Mas a mobilização maciça do eleitorado de esquerda e democrata para eleger Manuel Alegre, derrotando Cavaco Silva, é, nas condições presentes, um passo de extraordinária importância para que os objectivos dessa luta possam vir a ser alcançados, enquanto uma vitória de Cavaco Silva, e sobretudo logo à primeira volta, representaria exactamente o oposto.

É assim com estes pressupostos e com base nestas razões políticas que daqui lanço o veemente apelo a que todos os democratas e patriotas dêem o seu voto, e maciçamente, à candidatura de Manuel Alegre já no próximo dia 23 de Janeiro!

13 comentários:

  1. Caro Garcia Pereira,
    Faço link... e agradeço :))
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  2. o que leva o Drº Garcia pereira mudadr opinião,se ainda há semanas aconselhava a votar em branco?
    Manuel Alegre, nas ultimas eleições onde participou Garcia Pereira não se portou-se como um democrata, não se impondo para que oDrº Garcia Pereira,participasse nos debates entre todos os candidatos, deixando o Dr Garcia Pereira sempre de fora.
    Ainda há semanas as pessoas eram aconselhadas a votar em branco e criticava-se o candidato da cdu por este não exigir a queda do governo,será que Manuel Alegre exige???
    Alegre é o candidato do Governo que mais medidas fascistas tomou,tirando regalias e direitos aos trabalhadores como nunca um governo tinha feito,chegando ao desplante de baixar o ordenado aos funcionários publicos o que fez Alegre contra isso???Alegre é tambem o candidato do B.E., onde estão representados alguns do cabeças da UDP responsáveis pelo assassinato de Alexandrino de Sousa,será que devemos colocar uma pedra em cima desses resquícios do passado,e do presente??

    ResponderEliminar
  3. Sinceramente, prefiro que o Povo continue a pastar no prado Cavaco/PSD/Passos pois acredito que só assim se atingirá mais rapidamente o ponto, tão necessário, de ruptura. Se agora por um mero acaso o Manuel Alegre for eleito Presidente é como dar uma injecção de penicilina a um indivíduo que já anda a tomar injecções da mesma há "séculos"...
    Espero, e sei que este meu desejo se vai concretizar pois o Povo Português é bem guiado, que continue a mesma cantiga...

    ResponderEliminar
  4. Dr. Garcia Pereira

    Folgo em conhecer a sua opinião sobre estas eleições, pois eu já tinha decidido pelo voto em M.A. para derrubar Cavaco, embora vá engolir um sapo. Se V.Exª fosse candidato o meu voto era seu, sem qualquer reserva.

    Cumprimentos
    Ana Almeida

    ResponderEliminar
  5. As incoerências pagam-se caro e as levas tacticistas, como a História nos demonstra, ao contrário de construirem alternativas enfiam o movimento no lodo do oportunismo, esvaziam-no de uma política autónoma e entregam-no nos braços dos políticos da situação.
    Nunca votaria no candidato de Sócrates, até por uma questão de higiene mental!

    ResponderEliminar
  6. os lobos podem perder os dentes, mas nunca perdem os intentos"...

    ResponderEliminar
  7. Já encontrei o candidato que há-de levar o meu cartão vermelho às elites portuguesas, esse candidato é o José Manuel Coelho.

    Palhaço e maluco é o povo que vota sempre da mesma maneira esperando obter resultados diferentes!

    ResponderEliminar
  8. o governo de socrates hoje espancou e prendeu 3 funcionários publicos em frente à casa do 1º ministro,não será isso medidas de um governo de direita?
    sei que o drº Garcia pereira tem muita estima pelos homens do Mar neste momento os pescadores da Fuzeta estão a apelar ao boicote às eleições por causa de um naufrágio que aconteceu numa Barra que não tem condições,e onde o Polis gastou 1 milhão de euros no fecho de uma barra que a natureza abriu e que tinha condições,para abrir esta a 300 a leste e que os pescadores alertados pelos autores do blog Olhão LIvre os avisaram e denunciaram essa abertura manhosa de uma barra para proteger os prédios construídos a menos de 20 metros do preia mar.
    Como homem do mar será que Garcia pereira se interessa por essa questão???é que nem um candidato à presidência se aproxima da Fuzeta!

    ResponderEliminar
  9. Caro Garcia

    Já vai longe o tempo de engolir sapos... O Alegre é um sapo demasiado grande e gordo para qualquer homem ou mulher de esquerda que não tenha a memória curta! Além disso a esquerda deve ser coerente e se não o está a ser deve perguntar ao BE porque apoia este vendilhão...
    E não embarcar na mesma onda de inevitabilidade. Além disso a esquerda tem outro candidato (e muito bom) e a idade dos complexos também já devia ter passado!

    ResponderEliminar
  10. Para mim não interessa quem seja Manuel Alegre nem sequer o que vai fazer se for eleito. Mas interessa-me muito o que vai acontecer ao movimento proletário em consequência dos resultados eleitorais: a derrota de Cavaco Silva não só quebrará o elã reaccionário da burguesia como dará um forte impulso ao proletariado na sua tarefa táctica de derrubar o governo de Sócrates. A ironia está em que isso só pode ser conseguido, nas actuais circunstâncias, pelo candidato formal do próprio Sócrates! Mas o que opor a isso?
    Garcia Pereira tem toda a razão!

    ResponderEliminar
  11. Meus caros,

    Agradeço a todos os vossos comentários. E remeto a minha resposta a algumas das questões neles levantadas para o post que coloco a seguir com o título "Contra Cavaco pela Liberdade e pela Democracia, devemos votar em Manuel Alegre!".

    E quanto aos pruridos de "Esquerda" que alguns manifestam, desejo apenas sublinhar, por um lado, que, do ponto de vista do movimento revolucionário das massas, não é indiferente que o candidato da Direita ganhe ou perca nestas eleições e, por outro, que quem, de uma forma ou de outra, contribuir para a sua vitória não poderá depois deixar de assumir as respectivas responsabilidades!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  12. Já agora, quanto à violenta agressão policial contra dirigentes sindicais da Frente Comum na Calçada da Estrela (onde aliás de imediato me desloquei para lhes manifestar solidariedade), o que vimos foi Manuel Alegre criticar a acção da Polícia enquanto Cavaco Silva se recusava a pronunciar-se...

    ResponderEliminar